Apenas Um Show

Apenas um Show (Regular Show), do Cartoon Network, é meu novo desenho animado favorito.  As peripécias de Mordecai, o gaio azul e Rigby, o guaxinim/quati,  zeladores de um parque municipal que preferem distrair-se por qualquer motivo a trabalhar são absurdas e de um humor sagaz, com doses de nostalgia dos anos 80 na trilha sonora e nas referências a filmes e a videogames da época. Os coadjuvantes também são hilários (como o  velho-criança Pairulito e Saltitão, o gorila albino xamânico) .

A série foi criada por JG Quintel, em 2008, no projeto Cartoonstitute, uma mostra de novos animadores que poderiam ter um de seus episódios-piloto escolhido para tornar-se uma série animada no Cartoon. Seu projeto foi aprovado e a o programa estreou em 2010 nos EUA.  Quintel baseou a série em sua própria experiência com pequenos empregos na adolescência, aproveitando personagens de dois curtas-metragens feitos por ele na faculdade CalArts (“The Naive Man from Lolliland” e “2 in the AM/PM“) .

O desenho é herdeiro legítimo da linhagem Hanna-Barbera de “animais humanizados  enganando uma figura autoritária incompetente”.  A relação de Mordecai e Rigby tentando burlar a marcação do patrão Benson não é muito diferente de Zé Colmeia e Catatau enganando o Ranger Smith, nem da  relação entre a turma do Manda-Chuva e o Guarda Belo.

Mas bem menos ingênua, mais “cool”.

“OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH!”

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Outros com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s